Plutão representa os “vazios” que têm as coisas, da carência, da falta, o invisível. É a ânsia de saber, de revelar o oculto das coisas. Realiza um trabalho interior profundo de dragagem e pode chegar a submeter a pessoa a pressões enormes, muitas vezes autoreprimidas. Aquele setor da Carta onde opere Plutão é o lugar onde mais facilmente observará o nativo algum vazio, alguma insatisfação, algo que quer e não pode nunca chegar a ter, também é algo que tem, e desaparece misteriosamente.
Está associada com o segredo, o subterrâneo, o desejo de poder, a autarquia, os instintos destrutivos e tudo o que seja ilegal. A nível físico, representa os furos “excretores” do indivíduo. Psicologicamente, está associada positivamente com a capacidade de autoregeneración, isto é, a de aprender com nossos próprios erros. Também com o instinto ecologista de sentir-se “um” com o resto da natureza.