Ambas são algumas técnicas que pretendem chegar ao mesmo lugar, que não é outra coisa que descobrir o nosso destino, pois podemos dizer que ambas são técnicas de adivinhação. Cada uma delas utiliza uma metodologia diferente, se bem vamos tentar encontrar uma correlação entre as duas e, possivelmente, ao unir ambas as disciplinas, podemos gerar boas sinergias. Relações entre a astrologia e tarô:
Por exemplo, na astrologia ele usa o que é chamado de as cartas astrais de casais ou sinastrías, que pretende ver a compatibilidade entre duas pessoas. A leitura de cartas de tarô nos dá informações de como se pode desenvolver determinados cenários, sobre tudo o que tem que ver com o amor, assim podemos prever como será um relacionamento e que partes se têm que trabalhar cada um para evoluir e que a relação seja um sucesso.
A astrologia é geralmente valer de símbolos (imagens e representações), como pode ser Marte ou Aquário, que nos ensina a parte arquetípica que está relacionada com o interior da pessoa, ou como alguns psicólogos conhecedores da astrologia o relacionam com a psiqui ou parte inconsciente da pessoa.
Da mesma forma, qualquer sequência de cartas do tarô grátis, baseia-se em algumas cartas, que representam uma simbologia específica e que muitas vezes dá-nos informação relativa ao nosso passado, por que se complementa muito bem com a Astrologia, que se projetaria mais para o futuro.
Por exemplo, imaginemos que uma pessoa reflete no seu mapa astral uma forte influência de Saturno, isso é um indicativo de uma vida bastante sobre ativada, o que pode levar a um alto nível de estresse. Além disso, esta pessoa realiza uma tiragem de tarot onde tira um arcano maior, que não é outro que o Eremita, que nos dá informações de uma pessoa sábia, que segue seu próprio caminho.
Se unirmos essas duas informações, podemos interpretar que a pessoa está estressada e que, possivelmente, o eremita lhe está indicando, que deve centrar-se em seu interior para poder seguir seu caminho, possivelmente um excesso de atividades e responsabilidades, está se esgotando, por isso você deve escolher aquilo que lhe faz feliz e seguir o seu caminho. Se a consulta tem que ver com o trabalho é um bom momento de escolher e focar naquilo que somos bons. Se a consulta tem que ver com o casal ou relações, é um indicativo de que devemos escolher aquelas pessoas, que nos dão realmente a felicidade.
Podemos ver que a Astrologia e o tarô utilizados simbologia. A questão primordial é como se interpreta toda essa simbologia. Uma pessoa que domine as duas técnicas, sem dúvida, vai dar uma grande ajuda para as pessoas que vão pedir conselho. Muitos astrólogos combinam ambas as disciplinas, comentando que, apesar de aparentemente pode ser complicado conciliar as duas técnicas, a prática habitual lhes foi ensinado que ambas tendem a fluir muito bem, trazendo um componente enriquecedor em todos os temas de previsão.
Outro ponto em comum de ambas as técnicas é o tempo. As constelações podem referir-se a momentos temporais bem definidos. As simbologia do tarô não costumam ter referências temporais, mas sim que há muitas rodadas que são interpretados com a variável tempo como referência, por exemplo, a tiragem do tarô 123, que consiste em tirar três arcanos maiores, que nos dá informações sobre o passado, o presente e o futuro de qualquer domínio.
Por outro lado, o tarô é composto por 22 cartas que são chamadas de Arcanos Maiores, alguns astrólogos tentam fazer um paralelismo com os 10 planetas conhecidos e os doze signos do zodíaco, em geral, esta atribuição costuma apresentar erros, e o que recomendam os bons especialistas é atribuir os signos do zodíaco e planetas para várias cartas do tarô, podendo atribuir vários de uma análise do mapa astral do tarô e vice-versa.
Outro ponto em comum que costumam ter os dois métodos de adivinhação, é que costumam dar importância à figura da mulher, de fato, as cartas do tarô costumam ter uma equidade na representação da masculinidade e da feminilidade. Na astrologia, se há um componente masculino, alguns arquétipos como Netuno exalam uma parte muito feminino, muito destacada. Além disso, os sinais têm uma natureza feminina e de caráter noturno, tais como câncer, virgem ou peixes.
Isabel Sánchez. Leitura de cartas.